Translate

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Visto para o Irã 2017

Para se solicitar um visto, existe uma lista de documentos a serem seguidas, todos os consulados publicam em suas páginas as informações necessárias para a obtenção do visto, cabe ao solicitante buscar estas informações e segui-las a risca, pois a falta de um documento pode ocasionar a negação ou a demora deste serviço.
É normal também que todo ano possa haver alteração na quantidade de documentos exigidos pelos consulados, alguns documentos são extintos outros são acrescentados a lista.
O visto para o Irã até o presente momento, não houve alteração na lista dos documentos. Mas a modificação pode acontecer a qualquer momento, sem aviso prévio por parte do consulado, o solicitante deve entrar no site para verificar se continua a mesma documentação, se por ventura ainda estiver dúvida o bom mesmo é ligar na Embaixada.

Documentação necessária

Para solicitar o visto para o Irã em 2017, o solicitante vai ter que enviar ao consulado os seguintes documentos:
1. Formulário de visto preenchido; Deve ser preenchido no computador impresso e assinado, não pode ser preenchido manualmente.
2. 2 (duas) fotos 3x4 recentes, com o nome completo escrito no verso e coladas no formulário;
3. Passaporte Válido;
4. Comprovante de pagamento original da taxa consular;
5. Número do visto enviado do Irã;
6. Atestado de Saúde indicando ausência de doenças tais como Malária, Dengue, Febre Amarela e HIV.
Estes são os documentos exigidos para a emissão do visto no consulado em Brasília-DF, o único no Brasil.
Se os documentos estiverem certos, segundo o consulado o visto pode demorar de 10 a 15 dias para ser emitido.
Não existe complicação para conseguir o visto para o Irã, se considera um dos mais fáceis de se conseguir.
Existem duas formas de conseguir o visto para o Irã, a primeira é solicitar o visto em Brasília, seguindo os procedimentos listados acima, e o segundo é solicitar o visto na chegada nos aeroportos, sendo que no site da Embaixada não tem informações sobre os documentos a serem solicitados pela imigração, tem somente que o turista vai pagar uma taxa de 80 euros.
Mas o consulado tanto iraniano, como o Brasileiro situado em Teerã-Irã, aconselha os turistas já irem com visto, por mais que este seja concedido nos aeroportos. 

Tipos de visto
A escolha do visto vai depender do assunto que o cidadão vai tratar em sua viagem, os principais visto expedidos pelo consulado iraniano são
Turismo: Pode ser definido como as atividades que as pessoas realizam durante suas viagens e permanência em lugares distintos dos que vivem, por um período de tempo inferior a um ano consecutivo, com fins de lazer.
Negócios: Utilizado por pessoas que vão visitar empresas ou tratarem sobre assuntos referentes aos vários assuntos empresariais. Entrada: É utilizado quando uma pessoa necessita entrar em um país somente para fazer uma mudança de voou.
Existem outros mais os mais comuns são estes. Abaixo a lista dos vistos expedidos pelo consulado iraniano e suas respectivas taxas.
Existem muitos tipos de visto, sendo o de turismo o mais comum, que utilizado para conhecer os locais turístico de um país. 
O valor do visto de turismo para o Irã esta custando R$ 270,00 (Reais), os quais devem serem depositados na conta da Embaixada, este valor não será reembolsável caso o visto for negado, mas raramente isso vem a acontece. Paga-se também uma taxa de R$ 63,00 (Reais), referente a taxa dos correios que podem serem depositados junto a taxa consular. 
Fonte 
Embaixada do Irã em Brasília
parstoday
wikipedia

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

NOTA DE AGRADECIMENTO

Agradecimento ao Blog Chá de Lima da Pérsia 
Neste post rápido e curto, direcionamos nossa atenção sobre uma palavra que pode ter vários significados mas com certeza um destes será bem colocado se olharmos do lado certo da moeda, fala-se aqui de ‘colaborador’.
Como sempre se comenta aqui no Blog que, coletar informações sobre o Irã é assemelhar-se aos garimpeiros, que usam grandes bacias para peneirar pequenas fagulhas de ouro.
E desta forma os conhecimentos sobre certas culturas no Brasil são realmente difíceis, e existem muitas explicações lógicas para isso, e uma delas é o fato do Brasil se encontrar isolado no continente, somos uma nação que não nos envolvemos tanto com outros países, um exemplo interessante são os nossos vizinhos, poucos são os brasileiros que conhecem ou arriscam fazer um tour pelos países da américa do sul, sendo uma exceção a Argentina que, chama muito a atenção dos verde amarelos.
Quando se fala do Irã, aí sim, nos perdemos em muitas controvérsias, pois muitos por não conhecer a cultura, a história e legado desta nação, esbanjam opiniões das mais complicadas possível.
 ‘Lá tem terrorismo’
 ‘Lá tem isso, aquilo’
Não é assim, estas informações que aparecem por aí, segue aquele ditado, ‘Julgar o livro pela capa’. O Irã, é um país super tranquilo, não tem guerra, não tem terrorismo, as pessoas podem andar na rua altas horas da noite e não serão assaltadas. O Irã é um dos principais países do Oriente Médio, tendo sua economia estruturada e potente graça a produção de petróleo, outros países da região. Por mais que tenha enfrentado muitas dificuldades nas ultimas décadas, em razão das sanções econômicas, este país tem se superado em buscar alternativas para se sobressair desta situação.
O que se pode acrescentar aqui é que o Irã tem um grande potencial, e isso pode ser notado nos tratados assinado com grandes potencias europeias em vários campos empresariais.
E neste contexto, voltamos a palavra colaborador, segundo o dicionário pode-se entender que significa pessoa que produz um trabalho em conjunto com outra, ou se interessa pela opinião de terceiro. 
E existe no Brasil, um Blog bem interessante que trás em si estas qualidades. Sendo uma biblioteca virtual em português, repleto de informações sobre o Irã. Fala-se aqui do Cháde Lima da Pérsia, que está completando 5 anos, o que se chama a atenção no blog é o design, em primeiro lugar, e um outro fator preponderante é a exatidão das informações disponibilizadas.
O colinas do Iran tem o privilégio de acompanhar o trabalho da Janaína Elias, uma artistas inigualável, sendo dedicada, esforçada e lógico talentosa, por que talento faz a diferença.
E agradecemos por ter publicado nossas palavras em seu post de aniversário do Blog, nós desejamos sucesso e que o trabalho desenvolvido, possa de alguma forma, ir além do que informar, mas conscientizar as pessoas de que, o verdadeiro conhecimento vem através do censo de comparar o verídico do fantasioso, nebuloso.

Nosso depoimento sobre o aniversário do Blog
Chá de Lima da Pérsia

Ser verídico é isso, mostrar o puder da transformação através do conhecimento. Ser verídico é isso, mostrar o puder da transformação através do conhecimento. Mas uma vez obrigado ao Chá de Lima da Pérsia por publicar nossas palavras as quais tem como finalidade, informar aos leitores da melhor forma possíveis para que eles mesmos possam tirarem suas próprias conclusões.
Fonte
https://chadelimadapersia.blogspot.com.br

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

PERSPECTIVAS DO TURISMO 2017

Dois mil e dezessete chegou, um ano que trás consigo uma grande responsabilidade de mudar o panorama difícil que foi o ano passado. Dificuldade foi marcado em todos os aspectos, econômicos principalmente, e levando em consideração a nação brasileira, o campo politico não foi um dos melhores. Mas a certeza é que, espera-se que este ano possa-se alcançar um resultado animador, é isso que se espera.
Falando em coisa animadora, a Organização Mundial do Turismo (OMT), publicou que, o turismo mundial cresceu 4% em 2016 apesar das várias noticias sobre atentados em países tidos como grandes atrativos turísticos.
O número de turistas viajando pelo mundo em 2016 foi cerca de 1,235 bilhão, segundo o relatório 46 milhões a mais do que o ano anterior. Este resultado é animador a medida em que é o sétimo ano consecutivo de crescimento desde 2009, após a crise financeira mundial.

Um dado importante nesta publicação é destinado para a América do Sul, que teve um aumento no turismo de 6,3%, aos poucos países desta região começam a chamar a atenção de povos de outros continentes.
Segundo o secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, o turismo teve uma força muito grande, tendo resistência aos rumores de terrorismo em várias regiões, não deixando isso prejudicar o resultado animador agariado este ano.
Só por conhecimento, a  região mais visitada, com 620 milhões de turistas foi a Europa, mesmo com os temores pela segurança em alguns países europeus.
Para 2017, os números são otimistas, futuramente a OMT, atualizará a lista dos países mais visitados em 2016, mas em relação aos dados de 2015, a organização afirma que o país número 1 mais visitados foi a França, ficando em 2 lugar os Estados Unidos e Espanha, não haverá muita mudança neste ranking, segundo estimativas da OMT.
Segundo pesquisas, o Irã teve um salto muito grande no número de turistas em 2016, sendo escolhido o destino favorito. Peritos da indústria, selecionaram o Irã entre os destinos mais almejados do mundo.

Um site Belga La Livre identificou o país persa como um dos países que tem uma grande quantidade de atrações turísticas, confirmado também em publicações especializadas no ramo como a National Geographic, Lonely Planet e Afar.
O relatório aponta 19 pontos turísticos especiais que tem cadastro na lista do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). Os bons resultados, foram obtidos graças ao acordo histórico obtido em julho com a retirada de partes das sanções econômicas e estas medidas tem levado empresários internacionais e líderes empresariais, a buscarem novas oportunidades de negócios em um país que possui quase 80 milhões de pessoas.
As autoridades iranianas ligadas ao turismo, tem a certeza que as metas de crescimento serão alcançadas passando de cinco milhões de turistas em 2014 para mais de 20 milhões em 2025. Outro fato interessante nesta história é em relação ao Grupo de Hotéis Accor francês o qual tem investido muito dinheiro no país, pois este possui em media 1500 hotéis mas estes não são suficientes para receber o numero crescente de estrangeiros que visitaram a nação persa futuramente.
A estrutura hoteleira do Irã tendo em vista este crescimento repentino necessita desenvolver a construção de novos hotéis, e o grupo Frances assinou acordo, para a construção de dois grandes hotéis próximos ao Aeroporto Internacional Imam Khomeini em Teerã. Segundo autoridades iranianas o país planeja gerar até US $ 30 bilhões em receitas anuais do turismo em 2025.
Deve-se mencionar que a facilidade de emissão do visto nos aeroportos do Irã, também tem contribuído a visita de muitas pessoas com diferentes nacionalidades.
Autoridades iranianas dizem que o país planeja gerar até US $ 30 bilhões em receitas anuais do turismo em 2025.