Translate

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Piquenique Iraniano em São Paulo

Fonte: Chá de Lima da Pérsia
Fazer um piquenique é uma forma de descontração para a vida tão corrida que se leva nas grandes cidades, ainda mais quando é feito sob o lema de juntar duas culturas diferentes no caso Brasileira e Iraniana.
Foi o que aconteceu com um grupo de amigos em São Paulo que juntos realizaram o primeiro piquenique Iraniano. O encontro ocorreu em 25/01 de 2015, a reunião teve mais que motivos justos, pois na ocasião se comemorava o aniversário do Blog Chá de Lima da Pérsia, ( onde tem uma grande quantidade de informações sobre a cultura Pérsia ou cultura do Irã).
O certo é que neste ano, a festança do 2º Piquenique Iraniano dos Amigos da Pérsia volta a acontecer em 10 de abril, a noticia foi publicada no Blog Chá de Lima da Pérsia, e aproveitando a ocasião, anunciamos também este evento que de certa forma nos sentimos envolvidos, pois com certeza divulga uma das culturas mais antigas da história e também admiradas por nós do Colinas.
Fonte: Chá de Lima da Pérsia
Participara de um piquenique Iraniano no Brasil, com certeza é uma oportunidade única, pois primeiro que, só vai ocorrer uma vez no ano, de acordo com o projeto deste grupo e segundo é, saborear as delícias da culinária Iraniana.
Mas o que deve se levar em um piquenique iraniano no caso deste em São Paulo? De acordo com a publicação da Janaína, o mais comum é: Pão lavash, pão libanês, geléia de damasco (deve ser uma maravilha), frutas, sucos e doces.
Quem pode participar? Qualquer pessoa que admira a cultura persa e quer conhecer um pouco dos costumes do Irã.
O que levar para o piquenique? Aos interessados em participar, podem levar: Bebidas, que no caso acredito ser água, refringentes, pois bebida alcolicas é até mesmo proibida no Irã, por mais que este evento seja no Brasil, mas acredito que não seria legal o visitante chegar lá com uma bebida forte. Pode-se levar também, frutas, doces salgados, gelo, toalhas e utensílios descartáveis.

Quem for ao evento terá a oportunidade de conhecer a moça do chá, a Janaína Elias, a Karla Mendes, uma admiradora incansável da cultura persa. 

segunda-feira, 4 de abril de 2016

O maior tapete persa do mundo

Adicionar legenda
Se existe uma coisa que chama a atenção de todos é um belo tapete na sala, e se falando em tapete, os persas são famosos nesta arte. Quem não conhece bem o tema é bom saber que, tapete significa "estender", a tecelagem deste produto é uma característica da cultura e arte persa e remonta à antiga Pérsia. O luxo associado aos tapetes persas forma um contraste com a modéstia origem entre  as tribos nômades da Pérsia, e a importância, se dar devido a proteção do rigoroso inverno.
A fabricação de tapetes também tem como importância a expressão artística pela liberdade, pois possibilita a escolha das cores vivas e modelos empregados.
Os segredos da arte de fazer tapete tem sido passado de geração em geração, para os artesãos os objetos de inspiração podem ser os insetos, as plantas, as raízes, as cascas entre outros.
Mas se falando em tapete persa, é necessário mencionar o maior já registrado na história, este gigante é feito a mão e pesa nada menos do que 48 toneladas, a peça enfeita a uma mesquita em Abu Dhabi, a metragem nada modéstia mede 133 metros de comprimento por 48 metros de largura, as figuras são formadas 2.1 bilhões de pequenos nós, foi uma criação de uma empresa Iraniana, a Iran Carpet Company, e foram necessários cerca de 1.200 pessoas trabalhando 18 meses.