Translate

segunda-feira, 31 de março de 2014

CASAMENTO POR PROCURAÇÃO

Sabe aquele ditado que é vivendo e aprendendo? Pois é, descobri recentemente sobre uma parte muito interessante. O casamento é uma parte muito interessante na vida de todos, é um momento especial na vida de todos, e maior ainda para os noivos que planejam a festa com toda a empolgação do mundo.
Mas no mundo globalizado em que estamos vivendo esta parte também teve algumas modificações um pouco, vamos dizer meio confuso. 
Para a realização de um matrimonio o correto e a presença dos noivos, sem duvida alguma. Mas descobri um fato curioso, hoje em dia existe um tal de casamento por procuração. Meu Deus o que e isso. Pois bem esta nova fase da vida amorosa funciona da seguinte forma.


Um rapaz conhece uma pretendente, e a tal pretendente está do outro lado do mundo, vamos ser mais específicos, um rapaz, vamos pegar um pais para retratar a cena no caso o Iran, pais mulçumanos com costumes diferentes das de outros países ocidentes.
   A moça, no caso e uma Brasileira, estes se conhecem via internet, e começam a namorar e, passando algum tempo de namoro planejam casarem-se, e agora, o que fazer. Para unirem-se, o jeito é a mulher ir para o Iran, ou o rapaz vir ao Brasil, para  a mulher ir ao Iran ate que é fácil mas para o rapaz vir ao Brasil, vou falar é quase impossível, pois a moeda Iraniana é muito desvalorizada e uma dos itens solicitados pelo consulado do Brasil em Teerã é que o Cidadão Iraniano tenho no mínimo de 7 a 10 mil dólares em conta corrente.


Por este item de cara já fica difícil este rapaz vir ao Brasil, então o único jeito ou o jeito mais fácil é este Iraniano naturalizar-se Brasileiro e a forma mais fácil é o casamento.
Para que o casamento ocorra, a Brasileiro planeja todo o casamento aqui, e pede para que o noivo que esta do outro lado do continente, escreva uma Procuração, a qual justifica a sua ausência devido esta em outro pais.

  Após o casamento, via Procuração, o noivo recém abrasileirado, esta pronto para voltar a terra natal, opa, terra natal,,, sim, visto que o seu casamento com uma Brasileira lhe dar total direito sobre a nacionalidade Brasileira.
Com o Certidão de casamento em mãos, o Ex-Iraniano, pode ir na Embaixada do Brasil em Teerã, e solicitar seu novo passaporte Brasileiro, com entrada garantida no pais da Copa do Mundo de 2014. Se você pensa que isso não acontece, tenha certeza, acontece realmente e o tempo todo.
Apos a publicação, tive informações de que, este casamento tem uma duração de 90 dias, o tempo necessário para que o novo cidadão Brasileiro chegue ao pais para concretizar  de vez a união.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Nowruz

  o Nowruz, e a celebração de um novo ano, e não poderia deixar passar em branco esta data tao importante para o povo Iraniano.












E uma data em que as pessoas se juntam para festejarem e para fazerem vários pedidos como, de boa sorte de fe e logico, de muita paz.
Para os cidadãos Iranianos que se encontram no pais de origem e fácil comemorar pois estão em um ambiente de pura cultura, mas nunca pensamos e as pessoas que estão fora do pais como e a comemoração?
Aqui no Brasil, como funciona esta comemoração, bem, no nosso pais os Iranianos comemoram, fazendo um grande banquete, com os proprios familiares, fazem as suas orações normais e continua os pedidos de muita felicidades e de muita boa sorte para o novo ano. Então desejamos a todos os Iranianos muita paz e prosperidades.

sexta-feira, 21 de março de 2014

Um lugar para descanso

Certa vez fiquei surpreso com a informação sobre uma ilha chamada Kish, a qual localiza no Golfo Pérsico, na província de  Hormozgan. Esta ilha é um paraíso para os consumidores, onde têm muitos centros comerciais, lojas atrações turísticas e atividades de recreio.
Sua população tem cerca de 150.000 habitantes e 1500.000 visitantes anuais. Possui um estatuto de Zona Franca, e para alguns que não sabem muito bem a definição desta tal de Zona Franca, segue uma breve colocação (Uma zona franca é uma região isolada e delimitada dentro de um país, geralmente situada em um porto ou em suas adjacências, onde entram mercadorias nacionais ou estrangeiras sem se sujeitar às tarifas alfandegárias normais. )

Pelo que pesquisei este lugar tem tantas visitas devido as leis serem diferentes das do continente. O que os turistas mais liberais, procuram. E para falar a verdade acredito que é um ótimo lugar para descansar e curtir aquelas férias merecidas.
Férias, já se fala, é realmente tranqüilidade, sair da movimentação, do tumulto e da correria diária, então se você esta planejando conhecer o Iran, conheça também kish Island, que não vai se arrepender.
Rapaz você quer os hotéis deste lugar é de tirar o fôlego, ate parece caldas novas, quando visitei sabe la Deus quando, mas esta historia não vem ao caso, o que importa aqui e você turista Brasileiro que se aventura por esse mundão de meu Deus. Ho que coisa boa, esquecer problemas, trabalhos, escola e outros compromissos que nos consomem a cada levantar do sol.

     Em fim, já dei a dica, agora é só correr atrás da sua felicidade, em direção ao Iran, e conselho, vamos viajar para estes pais gente, pois assim cada vez mais, ficaremos bem na foto com eles, que tem uma consideração grande pelo povo Brasileiro.

Uma dica importante, por mais que esta ilha tenha suas leis mais serenas, nunca e demais lembrar que o visto e necessário para entrar, pois este paraíso e uma parte do Iran. Observação, todos os comentários são opiniões.

quarta-feira, 12 de março de 2014

AGENCIAS DE VIAGENS DO IRAN


Caro Sr. / ....

Com referência ao seu pedido de visto numero tal..., temos o prazer de informar que o seu pedido foi aprovado sob o n º... . 

Depois de 3 dias úteis após o recebimento desta aprovação, por favor, abordar pessoalmente o iraniano Consulado / Embaixada Geral em Brasília e recolher o seu visto necessário. Atenciosamente,
Passaporte e Visa


Pessoal e comum os turistas Brasileiros, que contratam Agencias Iranianas receberem este tipo de mensagens, e esta nada mais e do que a aprovação do visto do turista Brasileiro la em Teerã no Iran, e como a mensagem fala, após três dias entrar em contato com a Embaixada do Iran em Brasília-DF. Este contato que eles falam e para mandar a documentação para a Embaixada como o Passaporte as duas fotos três por quatro, o seguro de viagens e os outros documentos que esta neste link
http://colinasdoiran.blogspot.com.br/p/visto-do-brasil-para-o-iran.html

Basta juntar todos os documentos e mandar para a Embaixada, não tem segredo, se todos os documentos estiverem corretos em 5 a 10 dias o visto e liberado e mandado de volta para a casa do turista.
Se este for o seu caso, não tenha duvida, o seu visto foi aprovado e resta apenas encaminhar os documentos para a Embaixada, para que o visto possa ser colado no passaporte, mais uma vez esclareço que, tem que mandar todos os documentos mencionados, pois a falta de documentos atrasa e muito o seu pedido de visto, e acredito que ninguém quer ficar aguardando dias e dias para que o visto possa ser liberado.
Sempre imagino como deve ser a emoção, adrenalina de viajar para o Iran, passagens compradas, malas arrumadas, e cada dia que passa vai chegando aquele friozinho na barriga, a emoção a mil por hora. 

terça-feira, 11 de março de 2014

Transporte Internacional - Cães e Gatos



Para transportar cães e gatos entre países o proprietário tem que ter alguns documentos emitido pela autoridade veterinária dos paises de origem e aceito pelos países de destino, que comprove as condições e o histórico de saúde do animal de estimação bem como o atendimento às exigências sanitárias do país de destino. No Brasil, os documentos utilizados para essa finalidade são o CVI (Certificado Veterinário Internacional) e o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos que são expedidos pelo Serviço de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), órgão vinculado à Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) do MAPA.
Cada país tem requisitos específicos para autorizar o ingresso de cães e gatos no seu território. É muito importante que o proprietário planeje com antecedência a viagem do seu animal para ter tempo suficiente de atender todas as exigências do país de destino, o que às vezes pode requerer alguns meses.
No Iran estes animais são tidos como sujos, e ver estes animais em alguma casa e muito difícil. E quando um turista quer tirar a documentação destes animais aqui no Brasil e um deus nos acuda, pois o MAPA só libera a documentação mediante uma autorização do consulado do Iran em Brasília coisa também muito complicado que necessita de ajuda de algum profissional que conhece todo o tramite dos documentos solicitados.
Então se você e um apaixonado pelo seu animal de estimação e deseja levá-lo para o Iran já se prepare com antecedência solicitar os documentos necessários. Uma dica importante também e procurar antes quais as empresas aéreas que fazem o transporte e quais são as exigências da companhia. Para ajuda neste assunto mande um email para: andrecastro240@gmail.com, temos experiencias neste assunto.

segunda-feira, 3 de março de 2014

COMO FIZ O “COLINAS DO IRAN”


É incrível ver a satisfação das pessoas quando são bem atendidas e suas dúvidas serem solucionadas. E quando o assunto é visto para o Irã, um dos países mais fechados do mundo, são muitas as dúvidas que surgem desde o levantamento de informações, as quais são poucas disponibilizadas na internet, até o preenchimento do formulário definitivo.


Mas tudo começa com a idéia de fazer um Blog para ajudar as pessoas que pretendessem (pretendem), ir para o Irã. A idéia seria um blog simples e fácil de navegar que, de cara atendesse as dúvidas do turista, tudo isso por que o site da Embaixada do Irã em Brasília é confuso e falta informações básicas sobre o visto, segue o link para confirmação (http://brasilia.mfa.ir/?siteid=232). Observação: a página é em inglês, logo fica complicado, pois poucos são os Brasileiros que falam inglês.
Com o intuito de fazer o Blog, começo a pesquisar na internet sites, blogs e outras coisas a mais sobre o visto para o Irã. Leio aqui.. Entro em outro site ali.. descubro informações sobre o Irã em outra parte e assim vai. De repente, me deparo com um blog muito legal, falando da experiência de como conseguiu tirar o visto para o Irã.
O escritor do blog não economizou em detalhes, e descreveu palavras por palavras a sua aventura em busca do visto. O blog cujo nome GABRIEL QUER VIAJAR, em minha opinião, foi um dos melhores que encontrei sobre o assunto visto para o Irã.

Comecei a leitura, estava animadíssimo, pois havia achado um blog modelo para começar o meu, continuei a leitura e quase tive um ataque de coração quando comecei a perceber que a descrição da matéria era exatamente da minha pessoa. No momento ri muito da forma como o Gabriel  descrevia a fala do funcionário, o sotaque nordestino, as informações e outros detalhes.

Segue trecho da conversa do Gabriel:

  O telefone deu ocupado nas 3 primeiras tentativas e imaginei que deviam deixar fora do gancho, para que chatos como eu não ligassem. Na 4ª tentativa, chamou. E chamou, chamou, chamou, chamou muitas vezes até que alguém atendeu.
Respirei fundo e me concentrei, mas o que escutei naquela voz masculina me pegou desprevenido:
- Émbáixada do Írã, bóm dia!
Ainda meio gago pela pancada, pedi as informações que precisava e falei que havia escrito para o e-mail que estava no site da embaixada, ao que o meu brasileiríssimo interlocutor respondeu:
- Aquéle e-máil náo funcióna, náo. O sénhór énvie um e-máil para sétorcónsular árróba gé-máil pónto com que eu lhe mándo os árquivos com tódas as óriéntações.
Aproveitei e perguntei: é difícil fazer o visto para o Irã?
- É difícil, náo. É bém fácil.
Aproveitei de novo e fui mais específico na minha questão sobre a facilidade, que ainda me espantava: quantos dias eram necessários para o visto ser emitido?
- Quando démora, léva uns 10 días, mas nórmalménte sái em 3 óu 4.
Parece coincidência, mas exatamente uma semana antes, tínhamos encaminhados o passaporte do Gabriel, lendo a matéria vi a foto dele e reconheci na hora era o cabra mesmo.
Gabriel falou muito sobre o tal atendimento inusitado no consulado Iraniano, realmente é de se estranhar, mas estou acostumado com este espanto e realmente, não é só ele que se espanta, praticamente todo mundo ao ligar para o consulado, fica sem entender, de cara já procura se sou Iraniano, logo respondo que sou Brasileiro e continuam... Você é nordestino? Respondo que sim. Aí procuram novamente. De qual estado? Respondo do Piauí. Praticamente este diálogo é de praxe, todo dia atendo pessoas do Brasil inteiro.


E eu achava que não tinha sotaque nordestino, mas depois do que li, certo estou que a característica da região nordeste está na genética. Emocionado com a leitura, fiquei feliz de saber que falando nordestino ou não, consegui dar as informações necessárias para turista.

E tento a cada dia, me aprofundar na cultura Persa para que ao solicitarem informações, possa está a par do assunto solicitado. Cada dúvida é trabalhada da melhor forma para que se tenha uma solução, cada dúvida que encontro, procuro solucionar e compartilhar no blog que fiz como o nome de COLINAS DO IRAN, o qual já tem ajudado muitas pessoas que tem dúvidas sobre o visto para o Irã. Agradeço o Gabriel, que também tem ajudado a muitos com seus conhecimentos de viagens, agradeço as pessoas que me ligam agradecendo pela forma simples e humilde que atendo a todos, e certo estou de que, não sou perfeito mas dia após dia, me esforço para prestar um serviço cada vez melhor para aqueles que como eu, sou fã de carteirinha da cultura Persa.
O gratificante para mim, é saber que o turista fez uma bela viagem para o Irã, e o maior presente é quando recebo mensagens do viajante me informando como foi a viajem. Como é o país, qual cidade visitou, etc. E todas estas informações serve de auxilio para os próximos turistas.
Para finalizar deixo meu cordial abraço a todos e falo que estou a disposição de todos e é um prazer muito grande esta na posição em que me encontro, para poder ajudar qualquer pessoa que tenha alguma dúvida. Este é meu emal de contato: cleydalton@yahoo.com.br